Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
22 de fevereiro de 2024
Rádios

Aposentados de Palmas recebem R$ 1,4 mil em média

Segundo dados de 2022, são quase 4 mil aposentados no município. Poder de compra tem caído ano a ano.

Economia

por Guilherme Zimermann

seniors-4379905_1280
Foto: Wilfried Pohnke/Pixabay
Publicidade

Com rendimento mensal médio de R$ 1,4 mil, os aposentados de Palmas, Sul do Paraná, não têm muito o que comemorar neste 24 de janeiro, Dia Nacional do Aposentado.

Criado em 1981, o Dia Nacional do Aposentado foi estabelecido em homenagem à instituição da primeira lei brasileira destinada à previdência social. A chamada Lei Eloy Chaves foi sancionada em 24 de janeiro de 1923 tinha o objetivo de obrigar cada companhia ferroviária do país a criar uma caixa de aposentadorias e pensões, departamento incumbido de recolher a contribuição do patrão e a dos funcionários e pagar o benefício aos aposentados e pensionistas.

Para fazer jus à aposentadoria, o empregado precisava ter no mínimo 50 anos de idade e 30 anos de serviço no setor ferroviário. O valor do pagamento era um pouco menor à média dos últimos salários recebidos na ativa. Essa Lei é considerada a base do sistema previdenciário social do Brasil.

Segundo dados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), em dezembro de 2022 (último período com dados disponibilizados) foram pagas 3.837 aposentadorias a beneficiários do município de Palmas: 1.629 aposentadorias por idade; 1.083 aposentadorias por invalidez; e 1.125 aposentadorias por tempo de contribuição.

Publicidade
Publicidade

Ao todo, foram pagos R$ 72,4 milhões aos aposentados palmenses ao longo de 2022. Os aposentados por idade receberam, em média, R$ 1.241,36 por mês. No caso dos trabalhadores que precisaram se aposentador por problemas de saúde, a média foi de R$ 1.219,21. Os aposentados por tempo de contribuições receberam valor médio de R$ 1.959,10 por mês.

Com base nestes dados, a média mensal da aposentadoria dos trabalhadores palmenses foi de R$ 1.445,55, valor suficiente para comprar duas cestas básicas de alimentos em 2022. Porém, ano a ano, os aposentados palmenses têm visto o seu poder de compra reduzir.

O Departamento de Jornalismo da Rádio Club conduz, desde 2017, a pesquisa mensal da cesta básica. O trabalho seguiu até meados de 2018 e foi retomado em 2020. Em 2017, o preço médio da cesta básica foi de R$ 331,89 em Palmas. Naquele ano, a média da aposentadoria dos palmenses era de R$ 1.108,49, que seriam suficientes para a compra de 3,34 cestas básicas. Já em 2022, a aposentadoria média garantia a compra de 2,37 cestas.

A redução da capacidade de compra dos aposentados é percebida na variação dos preços. Entre 2017 e 2022, o valor médio da aposentadoria dos palmenses subiu 30,4%. No mesmo período, a cesta básica aumentou 84%.

Publicidade
Publicidade
[Grupo RBJ de Comunicação] Aposentados de Palmas recebem R$ 1,4 mil em média

Para 2024, entram em vigor novas regras de transição para requerer a aposentadoria, previstas na Reforma da Previdência aprovada em 2019. Em entrevista ao Departamento de Jornalismo da Rádio Club de Palmas, o gerente substituto da Gerência Executiva do INSS de Cascavel, Rodrigo Modolo, apresentou detalhes sobre as novas regras. Leia mais:

Gerente regional do INSS explica atualização de regras para aposentadoria

Publicidade