Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
23 de julho de 2024
Rádios
Publicidade

Nova subestação de Francisco Beltrão passa por teste final para entrar em funcionamento

Unidade, que vai reforçar o sistema da cidade e da região, deve ser energizada ainda em maio

Cotidiano

por Deise Bach

Imagem do WhatsApp de 2024-05-22 à(s) 11.32.10_040bc93f
Foto: Divulgação/Copel
Publicidade
[Grupo RBJ de Comunicação] Nova subestação de Francisco Beltrão passa por teste final para entrar em funcionamento — Foto: Divulgação/Copel
Foto: Divulgação/Copel

Ao longo desta semana, técnicos da Copel realizam os últimos testes na subestação Petrópolis, em Francisco Beltrão, para colocá-la em operação ainda em maio. Esta etapa é conhecida como comissionamento e demanda que as equipes da companhia verifiquem todos os detalhes do funcionamento da unidade.

A companhia investiu R$ 39,5 milhões na nova subestação, que vai operar em 138 mil volts, com dois transformadores de 41 MVA (megavolt-ampère). Sua incorporação ao sistema fortalece a qualidade do fornecimento de energia ao município e a todo o Sudoeste. Para adicioná-la ao sistema, foi construída uma linha de distribuição de 20 quilômetros que a conecta à subestação Realeza.

“A subestação Petrópolis representa um reforço de peso à rede elétrica da região Sudoeste. Além de prover infraestrutura para o desenvolvimento do município, ela vai proporcionar conforto e qualidade de vida à população”, ressalta Edison Ribeiro da Silva, superintendente de engenharia de expansão da Copel.

Além da unidade de Francisco Beltrão, a companhia está construindo outra subestação em Capanema e vai implantar uma unidade em Vitorino ao longo dos próximos dois anos.

A subestação Barão de Capanema, cuja construção será concluída em 2025, vai operar em 138 mil volts e vai aumentar a capacidade de distribuição de energia à região, reforçando a infraestrutura elétrica de Capanema e dos municípios vizinhos. Ao todo a unidade vem recebendo R$ 59,9 milhões em investimentos. O montante inclui a construção de uma nova linha de alta tensão para conectá-la à unidade de Santo Antônio do Sudoeste.

Em Vitorino, a nova subestação será entregue em 2025 e receberá R$ 10 milhões em investimentos. A unidade vai operar em 34,5 mil volts e proporcionará energia de qualidade à população do município.

Em outras seis subestações, já existentes, a Copel está realizando obras de ampliação e modernização que vão duplicar a oferta de energia. Ainda em 2024 serão concluídas as melhorias nas unidades de Santo Antônio do Sudoeste e de Chopinzinho, ambas de 138 mil volts, e de Ampére e Planalto, que operam em 34,5 mil volts. No ano que vem, a outra subestação de Francisco Beltrão, de 138 mil volts, e a unidade de Verê, de 34,5 mil volts, também receberão melhorias.

Fonte: Copel

Publicidade
Publicidade
Publicidade