Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
17 de setembro de 2021
Rádios

Construtora paralisa obras de PCH em Coronel Domingos Soares

Saúde

por Guilherme Zimermann

foz-do-estrela-14
Publicidade

A Quebec Engenharia, responsável pela construção da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Foz do Estrela, e a Brookfield, proprietária do empreendimento no interior de Coronel Domingos Soares, paralisaram as obras neste sábado (30). A decisão segue recomendação do Ministério Público do Trabalho (MPT), diante do crescimento no número de casos de coronavírus entre trabalhadores da obra.

A recomendação, assinada pela procuradora do Trabalho, Luísa Carvalho Rodrigues, considera diversos aspectos da legislação trabalhista e orientações de órgãos de saúde, diante da pandemia do novo coronavírus. Salienta que, “diante do quadro, é necessário esforço conjunto da sociedade para conter a disseminação da doença”.

Segundo o último boletim epidemiológico, divulgado pelo Departamento de Saúde de Coronel Domingos Soares nesta sexta-feira (29), são 34 casos confirmados no município. Com isso, aponta o MPT, leva-se em consideração que a transmissão comunitária não possibilita identificar a fonte de exposição ao vírus, aumentando o risco para trabalhadores que tenham contato com pessoas portadoras do vírus.

Lembra o MPT, que o município domingossoarense passou a ter confirmações de casos “em virtude da infecção por trabalhadores que estão no canteiro de obras da PCH Foz do Estrela” e que em razão desses casos, a prefeitura decretou o fechamento do comércio não essencial na última semana.

Publicidade
Publicidade

Diante disso, o Ministério Público do Trabalho recomendou às empresas a paralisação das atividades no canteiro de obras por, no mínimo, sete dias a partir deste sábado (30). Nesse período de suspensão de trabalhos, os empreendedores deverão realizar a higienização completa de departamentos, refeitório e alojamentos.

Outra recomendação, que já está sendo adotada pela empresa, é a triagem e avaliação clínica de cada funcionário, de acordo com os protocolos estabelecidos por órgãos de saúde.

Ao retomar os trabalhos, a orientação do MPT é que cada trabalhador receba equipamentos de proteção individual e materiais de higienização. Além disso, deverá ser implantada rotina de triagem periódica e testagem dos empregados.

Publicidade