Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
11 de abril de 2021
Rádios

Unioeste busca recursos para ambulatório de Medicina e clínica de Nutrição

Para finalizar a obra, a universidade prevê um investimento de R$4,2 milhões.

Educação e Cultura

por Angela Maria

traianounioeste
Publicidade

O campus Francisco Beltrão da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) dá um importante passo para a conclusão das obras do ambulatório de Medicina e Clínica de Nutrição. Um encontro na Assembleia Legislativa do Paraná, que contou com a presença do deputado Ademar Traiano (PSDB), o reitor da Unioeste, Alexandre Webber, o vice-reitor Gilmar Ribeiro de Mello, o diretor geral do campus Beltrão, Adilson Carlos da Rocha e a diretora do Centro de Ciências da Saúde Franciele Follador, além do superintendente de Ciência, Tecnologia e ensino superior Aldo Bona, colocou o término desse espaço tão importante para o campus, ainda mais próximo de se tornar realidade.

No encontro, o deputado Ademar Traiano se comprometeu a fazer  frente na busca de recursos junto ao Estado para realizar essa entrega tão esperada “É importante lembrar que o espaço será destinado para o atendimento à comunidade com consultas especializadas, toda a estrutura é voltada para o atendimento via SUS”, ratifica Traiano, dando a devida importância desse ambulatório para toda região.

Para finalizar a obra, a Unioeste prevê um investimento de R$4,2 milhões. O espaço contará com 1.477m², o diretor do campus Adilson Carlos da Rocha conta que conquistar este recurso é ter a certeza que toda a comunidade da região de Francisco Beltrão irá ganhar “Será a conclusão do ciclo de infraestrutura do Centro de Ciências da Saúde de Francisco Beltrão, após essa obra concluída a Universidade vai buscar o credenciamento junto ao SUS para prestação de serviços de saúde. Tanto o ambulatório médico, quanto a clínica de nutrição fazem parte da infraestrutura de funcionamento e formação dos cursos de medicina e nutrição, ou seja, o que hoje utilizamos em instituições conveniadas, vai poder acontecer dentro dessa estrutura. A obra em si finaliza um importante ciclo de infraestrutura previsto. A comunidade vai ganhar muito com tudo isso”.

Toda a estrutura do Centro de Ciências da Saúde do campus será diretamente utilizada pelos acadêmicos dos cursos de Medicina e Nutrição, anualmente 40 novos alunos de Medicina e 40 de Nutrição ingressam na Unioeste, no campus Francisco Beltrão “Vamos poder proporcionar ensino de maior qualidade aos nossos alunos e mais que isso, auxiliar outros serviços de saúde no atendimento a comunidade regional dentro das mais diversas especialidades médicas e também na nutricional”, explica a diretora do Centro de Ciências da Saúde do campus Beltrão, Franciele Follador .

Publicidade