Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
13 de abril de 2021
Rádios

Família procura por agricultor de Candói desaparecido há quase um mês

Segurança

por Evandro Artuzzi

page
Nelson foi vsito pela última no dia 26 de maio. Foto de divulgação
Publicidade

Continua sendo procurado em Candói, o agricutor Nelson Flores dos Reis, de 40 anos, conhecido popularmente como “Milico”. O trabalhador rural desapareceu há mais de 20 dias e desde então não manteve mais contato com a família. Nelson morava sozinho na comunidade de Fartura, interior, trabalhava como diarista para agricultores daquela região.

[Grupo RBJ de Comunicação] Família procura por agricultor de Candói desaparecido há quase um mês — Nelson foi visto pela última no dia 26 de maio. Foto de divulgação
Nelson foi visto pela última no dia 26 de maio. Foto de divulgação

Em contato com o jornalismo da Extra FM, a prima Regiane Aparecida dos Santos Ribeiro contou que “Milico” é uma pessoa humilde, não fazia uso de bebida alcoólica e de muitas amizades na comunidade onde estava residindo a cerca de um ano, quando mudou de Foz do Jordão.

Segundo ela, o primo trabalhava e fazia maior parte de suas refeições na casa dos empregadores ou de parentes. Por conta disso tinha uma despesa mensal baixa, praticamente gastava apenas com a conta de energia elétrica e alguns gêneros alimentícios. Esse custo baixo lhe proporcionava a condição de economizar o dinheiro que recebia do trabalho prestado. Regiane afirma que “Milico” tinha guardado, em casa, cerca de R$ 5 mil, o que aumenta a suspeita que ele tenha sido vítima de um assalto. Na residência, que estava trancada no dia seguinte a seu desaparecimento, a família pereceu a falta de objetos de trabalho.

Apesar de estar empenhada nas buscas, junto com demais familiares e amigos, Regiane disse que teme que o pior possa ter acontecido, isso por que Nelson não fazia nada sem consultar a família. “Ele não ia trabalhar num lugar sem falar com meu pai, quando ia pra cidade avisava meu pai, não ia sumir assim sem avisar pra onde ia. A gente está a procura dele, queremos encontra-lo bem, mas também estamos preparados para o pior”, disse.

Publicidade
Publicidade

Ao finalizar a entrevista, Regiane pediu o apoio da população. Se alguém tiver qualquer informação que possa ajudar na localização dele, que entre em contato com a família na comunidade de Fartura, na Extra FM ou que avise a polícia.

Ouça a entrevista, na íntegra…

Fotos: Arquivo familiar 

Publicidade