Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
14 de maio de 2021
Rádios

UTFPR: Prorrogadas as inscrições do SISU até quarta-feira (14)

O campus de Francisco Beltrão oferta 44 vagas em cada um dos cursos da universidade

Educação e Cultura

por Angela Maria

sisu-1-1-750×368-1
Publicidade

Foram prorrogadas até o dia 14 de abril, quarta-feira, as inscrições para ingresso n Universidade Tecnológica Federal do Paraná, através do SISU. A UTFPR de Francisco Beltrão oferta 44 vagas em cada um dos cursos da universidade.

A oportunidade é para ingresso no primeiro semestre de 2021 (que tem previsão de início das aulas para 16 de junho de 2021) e a seleção acontece exclusivamente por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação (MEC). Os interessados devem acessar o sisu.mec.gov.br até as 23h59 do dia 14 de abril para concorrer com a nota do Enem 2020. Os cursos ofertados no câmpus são de Engenharia Ambiental, Engenharia de Alimentos, Engenharia Química e Licenciatura em Informática.

Para concorrer, o candidato precisa ter feito a edição 2020 do Enem, com nota maior do que zero na redação.

A previsão é que em decorrência da pandemia – COVID 19 é que as aulas do primeiro semestre de 2021 ocorram de forma remota.

Publicidade
Publicidade

A instituição é pública (gratuita) e apoia e oferta diversas possibilidades aos seus alunos. Seus câmpus possuem Núcleos de Assistência Estudantil para acompanhar seus estudantes e oferece bolsas e programas referentes a auxílio-estudantil, apoio em eventos, bolsa-permanência, nutrição, protagonismo estudantil e qualidade de vida.

O Programa Auxílio Estudantil é destinado aos estudantes matriculados e atende, prioritariamente, os que comprovam renda familiar mensal per capita de até um salário mínimo e meio nacional, vigente à época do processo de seleção. O auxílio é distribuído nos seguintes benefícios: auxílio-alimentação, auxílio-moradia e auxílio-básico.

Outra vantagem dos alunos que forem selecionados aos cursos da UTFPR são programas de dupla diplomação e parcerias internacionais. Com eles, o aluno poderá realizar um período do curso na instituição e outro em uma universidade fora do País e ainda receber um diploma de graduação estrangeiro. (Assessoria)

Publicidade