O feriado de natal foi mais violento em relação ao ano passado nas rodovias do do Paraná. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 16 mortes em pelo menos 121 acidentes durante a Operação Natal, que começou a meia noite do sábado (21) e quarta-feira (25). O número de mortes neste ano é 25% superior ao mesmo período do ano passado, que teve o registro de 12 mortes nas rodovias do estado.

O caso mais grave aconteceu em nossa região. Um acidente na tarde desta quarta-feira (25) deixou quatro mortos, próximo da Aldeia Indígena Guarani, comunidade de Palmeirinha do Iguaçu. Um Gol, com placas de Candói, bateu de frente com um Celta, de Pato Branco.

A batida provocou a morte da condutora do Gol, Carmen Lúcia de Freitas, de 56 anos, que morava em Candói, e dos passageiros do Celta, Liliane Ramos, de 23 anos, e o filho dela, Miguel Belizário, de 3 anos, que residiam em Pato Branco. O motorista do Celta, Daniel Belizário, de 26 anos, ficou gravemente ferido e levado para o Hospital São Lucas, de Pato Branco e morreu horas depois.

Na madrugada de domingo (22), três adolescentes morreram após o automóvel em que eles eram passageiros sair da pista e colidir contra uma árvore, na BR-272, em Janiópolis, região centro-oeste do Paraná. O motorista foi socorrido com lesões graves.

Ainda no feriado 137 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas, um numero superior ao do ano passado.

Fonte: PRF