Com a entrada em vigor da resolução 778 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), publicada em junho deste ano. Quem iniciar seu processo para tirar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) nas categorias A ou B a partir de agora, terá menos exigências do que há uma semana atrás.

Na categoria B (carro), caiu de 25 para 20 o total de horas-aula práticas para obter a habilitação e de 5 para 1 as aulas noturnas obrigatórias. Quem quer se habilitar para dirigir moto, na categoria A, vai precisar fazer as mesmas 20 horas-aula da regra anterior, mas apenas uma delas precisará ser à noite –antes, eram quatro.

Além dessas mudanças, a resolução tornou facultativa a adoção de aulas no simulador de direção, antes obrigatória. E elas poderão ser feitas ao mesmo tempo em que o candidato toma as lições teóricas, o que pode reduzir o prazo entre o início do processo e a habilitação.

O início de validade das novas regras deve trazer um alívio às autoescolas. A opção por ter aula no simulador ou não fica a cargo do candidato.

Em entrevista a Rádio Onda Sul, Leila Stuani, que é diretora do (Centro de Formação de Condutores) CFC Magda Prolo, em Francisco Beltrão, falou sobre as principais mudanças com o vigor da resolução 778 do Contran.

Confira o áudio da entrevista na íntegra: