A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou 188 manobras proibidas de ultrapassagem nos dois primeiros dias de Operação Corpus Christi no Paraná.

Ao lado da fiscalização de embriaguez ao volante e das ações de controle de velocidade com uso de radares portáteis, as ultrapassagens proibidas estão entre as prioridades da operação da PRF, que começou na quarta-feira (19) e segue até domingo (23).

A multa por ultrapassar em local proibido tem natureza gravíssima, corresponde a sete pontos na carteira de habilitação e custa R$ 1.467,35. O valor dobra em caso de reincidência na mesma infração em um período de até 12 meses.

O balanço parcial de infrações registradas pela PRF na quarta e quinta-feira aponta ainda 2.097 veículos em excesso de velocidade, 17 casos de embriaguez ao volante, oito crianças sendo transportadas em cadeirinha e 25 caminhões com excesso de peso no estado.

Entre os flagrantes de excesso de velocidade está o de um carro a 156 km/h em um trecho da BR-376 na Serra do Mar onde o limite máximo é 80 km/h. E o de uma motocicleta a 150 km/h no perímetro urbano da BR-277, em Foz do Iguaçu, onde o limite também é 80 km/h.

No feriado de Corpus Christi do ano passado, seis pessoas morreram e outras 106 saíram feridas. As equipes da PRF atenderam 104 acidentes.

O balanço de acidentes atendidos durante a operação deste ano será divulgado na próxima segunda-feira (24), às 9 horas.

A PRF divulgou imagens de alguns flagrantes de ultrapassagens, registrados ontem (20) na BR-277, em Porto Amazonas (PR), na região dos Campos Gerais.

Fonte: Ascom/PRF