Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
11 de abril de 2021
Rádios

Tradição da colheita do chá de Marcela segue viva no Sudoeste do Paraná

Moradores de Francisco Beltrão e Marmeleiro acordaram cedo para fazer a colheita às margens da PR-180

Cotidiano

por Marcelo Marcos

Marcela-1
Publicidade

O movimento de pedestres na PR-181, entre Franciso Beltrão e Marmeleiro foi grande na manhã desta sexta-feira (02). O feriado religioso, da Sexta-feira Santa ou Sexta-feira da Paixão, é celebrado pelos cristãos em lembrança de uma data que permanece sagrada para muitos. Neste dia muitas pessoas acordam logo cedo para colher a Macela do Campo, popularmente conhecida como chá de Marcela.

Diz o costume que para ter o efeito esperado o bom é colher antes do sol nascer. Para os cristãos, o orvalho que cai sobre a macela faz com que a planta seja abençoada. Nossa reportagem foi logo cedo conferir como estavam as movimentações nas rodovias da região, onde tradicionalmente é feita a colheita.

Segundo seu Aldemar Botega, morador de Marmeleiro e que mantem viva a tradição há mais de 60 anos, o remédio tem bons resultados para problemas gástricos e até mesmo efeitos para quem abusa do Álcool.

Publicidade
Publicidade

Macela ou Marcela?

As duas expressões estão corretas. O nome mais usado em todo o Brasil é macela, mas o termo empregado regionalmente no Sul também aparece nos dicionários como sinônimo da primeira expressão.

 

Publicidade