Quando chega o inverno, o conforto de ter uma torneira elétrica na cozinha é sempre mais agradável. Mas o gasto com a energia também fica elevado, também por causa dos longos banhos de água quente no chuveiro nesta época do ano. Mas você já pensou em aquecer a água da torneira ou chuveiro apenas com o calor da geladeira? E o quanto isso representa em economia de energia na hora de pagar a conta de luz?

Foi pensando nisso que a USP (Universidade de São Paulo) patenteou o invento que usa o calor gerado pelo sistema de refrigeração da geladeira para esquentar a água. Este invento pode ser usado tanto em residências como em estabelecimentos comerciais. Conforme a divulgação da Agência de Notícias da USP, na prática, funciona assim: no processo de circulação do gás refrigerante da geladeira, o gás é aspirado pelo compressor e comprimido, o que resulta em aumento da pressão e temperatura do gás. Daí ele prossegue para um condensador — uma espécie de serpentina que fica na parte de fora da geladeira doméstica, onde o calor é dissipado. O que foi feito foi aproveitar a energia térmica gerada no processo de compressão, que chega atingir até 65 graus centígrados.

O invento demorou oito meses para ficar pronto, após muitos testes realizados pelos alunos. A temperatura final chegou a 55º C, o que gera uma economia superior a R$ 40 por mês. O invento é basicamente, um tanque, que no caso dos testes foi feito em aço inox, mas pode ser confeccionado com material mais barato, e alguns tubos de cobre e de PVC. Um técnico não cobraria mais do que R$ 400,00, incluindo material e mão de obra.

 

Confira a reportagem completa na Agência de Notícias da USP.