A biometria eleitoral foi tema de reunião realizada nesta quinta-feira (25) na Prefeitura de Francisco Beltrão. Os prefeitos Cleber Fontana (Francisco Beltrão), Maikon Parzianello (Enéas Marques) e Caetano Alievi (Manfrinóplis), municípios que pertencem à 69ª Zona Eleitoral, se encontraram com o desembargador Gilberto Ferreira, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE), Valcir Mombach, diretor geral do TRE, a Juíza Eleitoral da Comarca, Joseane Catusso Lopes de Oliveira e Arno Wolf Júnior, chefe do Fórum Eleitoral da comarca.

O objetivo foi firmar uma parceria para a conclusão do processo de recadastramento e biometria dos eleitores dos três municípios. Um esforço concentrado será realizado pela justiça eleitoral no período de 27 de maio a 25 de outubro, prazo final para o procedimento. Quem não se cadastrar no novo sistema terá o título eleitoral cancelado e não poderá votar nas eleições municipais do próximo ano. Quase 70% (setenta por cento) dos eleitores da zona eleitoral 69 já fizeram a biometria e o restante tem até o dia 25 de outubro para adotar o procedimento.

O desembargador enfatizou que a zona eleitoral de Beltrão está com o processo avançado e não haverá dificuldades para a conclusão, mas relatou que em algumas regiões o percentual é muito baixo e o esforço para alcançar a meta terá que ser redobrado. “O Sudoeste tem uma população muito politizada e isso está sendo fundamental para o sucesso do nosso cadastramento”, comentou o presidente do TRE. A direção do órgão está percorrendo todo o estado para firmar parcerias com os municípios para a mobilização dos eleitores.

Arno informou que o Fórum Eleitoral de Beltrão fará plantões inclusive nos finais de semana para facilitar o atendimento dos eleitores que trabalham. As prefeituras deverão ceder alguns servidores para que o atendimento agilizado, bem como o transporte, se necessário, para localidades distantes da cidade. Os três prefeitos prontamente atenderam a solicitação e colocaram a estrutura das prefeituras para auxiliar no que for necessário.

Outro foco é em relação aos eleitores jovens, de 16 e 17 anos, e os que já completaram 70 anos, o chamado “voto jovem e voto maduro”. O voto destas pessoas não é obrigatório, mas a recomendação do TRE é que seja feito um trabalho específico com estas categorias, pois com um maior o colégio eleitoral os municípios encontram mais facilidade de obter investimentos e uma série de outras conquistas que beneficiam toda a coletividade.

Arno relatou que são cerca de 20 mil eleitores dos três municípios que necessitam fazer este recadastramento e biometria. Devem comparecer no Fórum Eleitoral portando o título, documento com foto e comprovante de residência. O horário de atendimento é das 12h00 às 19h00.

No final do encontro o prefeito Cleber presenteou o presidente do TRE com um réplica da Torre da Concatedral e um livro com belas imagens de Francisco Beltrão. Também participaram da reunião Solange Vieira, assessora de planejamento do TRE, Rubiane Kreuz, assessora de comunicação do órgão Amilton de Almeida, procurador jurídico da Prefeitura de Manfrinópolis e Dilvane Ribeiro, secretária de governo da prefeitura de Enéas Marques.