Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
05 de agosto de 2021
Rádios

Suspeito de matar professor de Abelardo Luz é preso em Curitiba

José Tiago Correia Soroka nasceu em Palmas e é investigado pela morte de outros dois homens.

Polícia

por Guilherme Zimermann

60945c11760cb-dsc-7011
Foto: Divulgação/Polícia Civil
Publicidade

O homem suspeito de matar e roubar três pessoas, em Curitiba e em Abelardo Luz, Oeste de Santa Catarina, foi preso, neste sábado (29), segundo a Polícia Civil. A prisão ocorreu em uma pensão, na capital do Paraná.

De acordo com a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), José Tiago Correia Soroka deve ser ouvido pela Polícia Civil na manhã deste sábado.

Segundo a polícia, José Tiago é natural de Palmas, no sul do Paraná, e passou a infância em Abelardo Luz, onde matou o professor universitário Robson Paim, no dia 17 de abril.

Segundo a delegada do caso, Camila Cecconello, a polícia recebeu a informação da localização do suspeito na noite de sexta-feira (28) e passou a monitorar a pensão.

Publicidade
Publicidade

Conforme as investigações, os policiais identificaram o suspeito através de uma quarta vítima, que sobreviveu e com ajuda de câmeras de monitoramento. José Tiago estava foragido no Paraná e também em Santa Catarina. Para a DHPP, ele é considerado um assassino em série e tem perfil de psicopata.

A polícia ainda não sabe o motivo dos crimes. Para a DHPP, os crimes podem se tratar de latrocínio (roubo com morte), porque o rapaz rouba computadores e celulares das vítimas, mas somente com o depoimento de José Tiago isso ficará claro.

O trabalho de investigação foi conduzido por policiais civis do Paraná e de Santa Catarina. O primeiro crime aconteceu em 16 de abril, em Abelardo Luz (SC). À época, Robson Olivino Paim foi encontrado morto.

Em Curitiba, José Tiago é suspeito de matar David Júnior Alves Levisio, em 27 de abril, e Marco Vinício Bozzana da Fonseca, no dia 4 de maio. Depois disso, teve a vítima que sobreviveu, no dia 11 de maio.

Publicidade
Publicidade

Fonte: G1 Paraná

 

Publicidade