Menu
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
25 de fevereiro de 2021
Rádios

Sudoeste tem três municípios entre os dez com mais startups no Paraná

Mapeamento traz Pato Branco, Francisco Beltrão e Dois Vizinhos na lista de destaques.

Geral

por Evandro Artuzzi

ViewImage
Publicidade

O Mapeamento das Startups Paranenses 2020/2021, do Sebrae/PR, divulgado na segunda semana de fevereiro, revelou, em números, a relevância do ecossistema de inovação do Sudoeste. Três das dez cidades paranaenses com maior quantidade de startups estão na região. Pato Branco é o terceiro na lista, com 126, atrás de Curitiba (422) e Londrina (180). Francisco Beltrão e Dois Vizinhos ocupam a oitava posição, empatados com 37 startups cada.

Segundo o mapeamento, o Paraná possui atualmente 1.434 startups que geram mais de 12 mil empregos em 87 cidades, o que torna o Estado um dos principais ecossistemas de inovação do Brasil. Esse total representa um aumento de 39% (402 novas empresas) em relação ao último levantamento realizado em 2019. No Sudoeste, o crescimento foi ainda maior, como aponta Elizandro Ferreira, consultor do Sebrae/PR.

“A região saltou de 128 para 249 startups, crescimento de 95% de crescimento de 2019 para 2020. Além disso, 16 dessas startups declararam que receberam investimentos no ano passado, uma demonstração da evolução dessas empresas”, analisa Elizandro.

O consultor do Sebrae indica que a pandemia de Covid-19 foi um fator que contribuiu para o surgimento de novas startups.

Publicidade
Publicidade

“A incidência do coronavírus acelerou vários processos que antes eram tendências. As empresas de tecnologia foram fundamentais para dar suporte e contribuir para adaptação de outros empreendimentos que não estavam habituados às soluções digitais.”

Para o consultor, a previsão é de crescimento para 2021, não apenas no Sudoeste, mas em toda a Regional Sul do Sebrae/PR, que vai da fronteira com a Argentina até o sul do Estado. “Vários municípios estão aderindo às ações do Sebrae e criando programas específicos da pauta da inovação”, frisa Elizandro Ferreira.

Fronteira
Em Barracão, que faz divisa com a Argentina, o mapeamento identificou 11 startups. Mas, a parceria entre o Sebrae/PR, o Campus Avançado do Instituto Federal do Paraná (IFPR), Consórcio Intermunicipal da Fronteira (CIF), a governança do Comitê  Territorial La Frontera e outras instituições de ensino e entidades avança na construção de uma incubadora.

“Nosso campus tem dois cursos técnicos, em Administração e Informática. Temos trabalhado conceitos de empreendedorismo com os estudantes e muitos deles estão concluindo os cursos e abrindo empresas. Há potencial para o surgimento de várias startups”, vislumbra Joaquim José Honório de Lima, diretor geral do Campus Avançado Barracão do IFPR.

Publicidade
Publicidade

O diretor acredita que a incubadora impulsionará iniciativas que podem transformar a realidade local. “Será gerado um novo ciclo. Aumentando a produtividade aqui, a economia vai girar e a qualidade de vida tende a ser melhor na região da Fronteira”, prevê Joaquim Lima. (Fonte/foto: Assessoria)

Publicidade