Na tarde deste domingo (22), a baixo de um sol escaldante confrontaram-se a equipe da casa Sulina e São Jorge D’Oeste. Cada uma delas sabia o que fazer dentro de campo. Para o time Sanjorgense o inicio de jogo foi o sonhado, um gol em menos de três minutos. Os ataques mais perigosos eram da mesma equipe que no inicio saiu na frente, uma equipe bem postada e com poucas falhas, com um ataque muito rápido. A equipe de sulina, de contra partida, precisando da vitória mais do que nunca teve de ir para cima.

Após a paralisação técnica, a equipe sulinense revigorou suas energias conseguindo o empate pouco antes de 27 minutos, começando a pressionar como em nenhuma outra partida disputada na competição,  um time mais aguerrido, sabendo o que estava fazendo no gramado do estádio Progresso. E assim foi até o fim do segundo tempo, sulina pressionava mas não tinha organização para chegar ao gol. São Jorge D’Oeste como se estivesse com o regulamento em baixo do braço foi aproveitando os contra-ataques, mas não pressionou de forma afoita seus adversários, saia apenas nas jogadas de roubada de bola e o jogo acabou em 1 x 1.

Sulina se despede da competição demonstrando o poder que o time da casa tem, e São Jorge D’oeste demonstrou que seus jogadores apesar da pouca media de idade vem demonstrando um amadurecimento na competição. Agora para a próxima rodada tem a difícil missão diante da equipe de Francisco Beltrão.