O presidente da Câmara de Vereadores de Cruzeiro do Iguaçu, no Sudoeste, e um assessor legislativo foram presos em flagrante na quinta-feira, 17 de outubro, pelo crime de peculato. A prisão foi feita pela 1ª Promotoria de Justiça de Dois Vizinhos (sede da comarca), após denúncia anônima de que o veículo oficial do Legislativo estava transportando uma pessoa para uma audiência privada no Fórum de Dois Vizinhos.

Após a Promotoria de Justiça constatar a veracidade das informações, realizou a prisão do assessor, que foi flagrado conduzindo o veículo com o homem que participaria da audiência. A ordem para levar o cidadão até o Fórum partiu do presidente da Câmara, razão pela qual ele também foi preso.

No início deste ano, a Promotoria de Justiça havia expedido recomendação administrativa ao presidente da Câmara de Cruzeiro do Iguaçu para que regulamentasse o uso do veículo oficial, diante de notícias do seu uso indevido, e também para alertar sobre a irregularidade da utilização do assessor legislativo na função exclusiva de motorista.

Fonte: Assessoria MP