O Marreco Futsal, que representa Francisco Beltrão, ainda não definiu onde vai mandar os jogos na temporada 2020. O time ainda está em férias, mas a pré-temporada inicia dia 10 de fevereiro. O Paranaense da série Ouro deve começar na segunda quinzena de março, a Liga Nacional em abril e no segundo semestre a Liga Futsal Paraná.

A indefinição sobre a “Casa do Marreco” acontece porque a diretoria do time está aguardando a licitação dos ginásios de Francisco Beltrão. O processo licitatório e abertura dos envelopes serão realizados nesta quarta-feira, 15, na prefeitura municipal. O Marreco não esconde de ninguém que vai concorrer no ginásio Arrudão e quer comandar a lanchonete e ter o direito de explorar a praça esportiva. Porém, se perder para a concorrência, entrará na disputa pelo ginásio Sarará, na Cidade Norte ou Flávio Morcelli, no bairro São Miguel.

“O Marreco arrumou parceiros para fazer propostas em todos os ginásios. Se não der no Arrudão, tem a chance de ser no Sarará ou no São Miguel, enfim. Não tem definição ainda, o Marreco vai onde o parceiro do clube for o ganhador. O Marreco conta com esse aporte financeiro da lanchonete e da venda do chope esse ano. Vai ser um ano de austeridade para o clube, cada centavo que cair no caixa vai ser um milhão pra nós”, explicou Ademilson Arendt, o Misso, diretor do Marreco Futsal.

Entrevista com o Misso: