Melhor goleiro da Copa do Mundo de 2006, tetracampeão italiano pelo Juventus de Turim, eleito quatro temporadas como melhor goleiro de clubes da UEFA, Gianluigi Buffon, de 35 anos, não fugiu das respostas durante entrevista coletiva nesta semana, principalmente da imprensa italiana. Um dos questionamentos foi em relação à postura de Mario Balotelli em campo. Segundo ele, o atacante vem crescendo muito e isso se dá pela sequência de jogos no clube em que joga, o Milan.

– A qualidade será sempre essa, ele tem um dom. Jogou mais no mesmo time esse ano. Fez uma boa temporada no Milan. Isso é importante para ele. Sorte nossa ter um cara como ele – disse Buffon.

Apesar de já ter atingido 35 anos, Buffon disse que não pensa em aposentadoria. Capitão da seleção da Itália na disputa da Copa das Confederações, ele diz que ainda sente emoção ao entrar em campo e que, enquanto isso existir, seguirá sua carreira nos gramados.