Nesta semana, em Curitiba, aconteceu uma solenidade de início do monitoramente eletrônico de presos no Paraná. O evento aconteceu na Casa de Custódia de Piraquara, onde aconteceu também um mutirão carcerário, realizado pelas Varas de Execução Penal, Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública e OAB/PR.

A novidade é a implantação das tornozeleiras para dez presas do Regime Semiaberto Feminino de Curitiba. Elas receberam o equipamento e deixaram a unidade penal em direção a suas residências, de acordo com o serviço de monitoramento da Secretaria estadual da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Paraná.

Penitenciária de Beltrão

A Comarca de Francisco Beltrão está acompanhando a implantação do sistema e a expectativa é de que as tornozoleiras também possam ser instaladas em detentos do regime semi-aberto.