Em continuidade às ações realizadas nos anos anteriores, os policiais militares integrantes do efetivo do Terceiro Batalhão de Policial Militar (3º BPM), que abrange 16 municípios, deram o devido cumprimento a 56 mandados de prisão expedidos pelo Poder Judiciário de várias Comarcas do Estado do Paraná e de outros Estados.

Foram apresentadas ao Poder Judiciário e ao sistema penitenciário cinquenta e quatro (54) pessoas presas através de Mandados Judiciais de Prisão em aberto, sendo que algumas possuíam contra si mais de um mandado de prisão expedidos.

Cabe destacar que no mesmo período na área de circunscrição do 3º BPM, foram originadas 587 ocorrências, realizadas abordagens de rotina e operações de fiscalização que resultaram na apreensão de armas de fogo e drogas, além dos flagrantes de furtos, roubos e outros ilícitos. Ainda somam-se a estes números as prisões dos autores de violência doméstica, outros crimes contra mulheres e crimes de trânsito, como embriaguez ao volante.

O Major Getúlio Ferreira de Lima, comandante do 3º BPM, ressalta que as equipes policiais realizam centenas de abordagens a pessoas, veículos e estabelecimentos comerciais para, além de fiscalizar a documentação destes, também inibir o uso de entorpecentes, o tráfico de drogas, a posse ou porte ilegal de armas de fogo, autuar quem está em situação irregular na condução de veículos, e numa apuração detalhada verificar as pendências com a justiça.

Com estas prisões já se somam 347  mandados de prisão cumpridos na região sudoeste até o final do mês de agosto. Ações como estas continuarão sendo desenvolvidas no decorrer do ano nos municípios que compõem a área do batalhão, buscando a melhoria da qualidade de vida e a segurança dos cidadãos.

“Acredito que as ações realizadas pelos policiais militares do 3º BPM foram de grande valia para o Poder Judiciário, para o Departamento Penitenciário do Paraná e de outros Estados da Federação, pois algumas das pessoas presas foram conduzidas aos seus Estados de origem e assim deram início ao cumprimento das penas ou deram continuidade ao tempo de prisão decretado pela justiça, fazendo com que vários processos que estavam parados em diversas Comarcas pudessem ser concluídos”, como informa o Capitão Vicente Carvalho Júnior, Subcomandante do 3º BPM.

As prisões realizadas de pessoas foragidas da justiça demonstram o elevado grau de profissionalismo e dedicação ao trabalho dos policiais militares na região sudoeste, que através das atividades de policiamento preventivo e ações de fiscalização de trânsito e em operações, somam resultados positivos em diversas vertentes.

Fonte: 3º BPM.