Quatro pessoas morreram hoje (23) em um choque frontal por volta das 15h00 na PRC 280, próximo à Usina Eólica de Palmas, sul do Paraná. No carro Gol,placa MAX 6907 de Porto Barreiro, região central do PR, viajavam um casal e  duas filhas, que morreram no local após entrarem embaixo de um caminhão placa AVQ 0883, de Curitiba. O carro Gol era dirigido por Gilberto Trento, onde estavam também sua esposa, Claudete Somariva Trento e suas duas filhas Maria Helena Trento e Carine Trento.

Conforme informações apuradas no local, a tragédia ocorreu após um leve choque lateral entre dois caminhões que trafegavam pela rodovia.  Bastante abalado o motorista, Ricardo Kobrosky, contou ao repórter Alencar Pereira da Rádio Club AM que seguia de São Jorge do Oeste para Curitiba com seu caminhão vazio  e, em uma curva, foi tocado no retrovisor por uma Scania 113. Diante do impacto acabou perdendo o controle da direção e invadiu a pista contrária onde vinha logo atrás da carreta o carro com as quatro pessoas, que viajavam no sentido à Palmas. O gol acabou sendo arrastado por aproximadamente 30 metros.

Todas as pessoas, dentre elas, uma adolescente e uma criança, morreram presas as ferragens, sendo retiradas pelo Corpo de Bombeiros de Palmas. O levantamento do acidente e o ordenamento do trânsito na Rodovia foi realizado  pela Polícia Rodoviária, posto de Palmas. Uma longa fila se formou nos dois sentidos até que fossem removidos os veículos envolvidos.

Os motoristas dos caminhões nada sofreram. Os corpos foram encaminhados ao IML de Pato Branco. O motorista Ricardo Kobrosky lamentou o ocorrido e  explicou como tudo aconteceu.