A violência nas escolas preocupa cada vez mais as autoridades de todo o país. Cenas de alunos brigando entre si, agredindo professores ou sendo atacados são cada vez mais comuns nos meios de comunicação.

A temática esta na pauta diária de alunos e professores ao invés de discutir idéias no campo educacional hoje professores discutem a falta de segurança para eles e seus alunos.

Esse problema está sendo vivenciado diariamente por professores e direção do Colégio Estadual Padre Ponciano em Palmas, sul do Paraná. Em entrevista ao Dep. Jornalismo da Rádio Club, Rede Bom Jesus de Comunicação a professora Mara Dangui, responsável pela direção do Colégio desabafa. Há anos respondendo pela direção do Colégio, Mara relatou que por muitas vezes para não acontecer o pior, ficou em ponta de faca.

Ao longo dos anos contou à diretora que foi encontrada dentro do colégio, faca, facões e até mesmo arma de fogo. Na última semana foi à gota D’Água, segundo Mara, ela relatou que um pai foi espancado em frente ao Colégio. Hoje contamos com um policial que faz a ronda pela patrulha escolar, o efetivo é muito pouco, ele não consegue dar conta da demanda existente, finalizou a diretora

Para que o problema seja resolvido os governos precisam investir mais em rondas escolares, sistema de vigilância por câmeras e proteção dos prédios com muros altos, grades e cadeados.