A Delegacia da PRF (Polícia Rodoviária Federal), em Pato Branco, divulgou hoje (08) um relatório das ações de fiscalização da nova Lei Seca nas rodovias da região.Em 48 dias de vigência, os policiais realizaram 4360 testes de etilômetro, resultando na prisão 39 condutores sob efeito de álcool e a lavratura de 104 autos de infração porembriaguez ao volante.

 

A lei mais rigorosa prevê que qualquer dosagem de álcool é suficiente para punir o motorista, descontado o erro máximo  admissível do equipamento. Além disso, testemunhos podem confirmar a embriaguez caso o motorista não queira soprar o “bafômetro”. Para dar mais força aos depoimentos, vídeos e/ou fotografias poderão ser usados para provar que o condutor ingeriu bebida alcoólica antes de dirigir.

O condutor flagrado dirigindo sob efeito de álcool ou que se recuse a realizaro teste do etilômetro será autuado pelo Art 165, do Código de Trânsito Brasileiro (infração gravíssima, 7 pontos, R$ 1.915,40), e terá a Carteira Nacional de Habilitação recolhida, podendo ter o direito de dirigir suspenso por 12 meses.