O primeiro homicídio desse ano em Pato Branco, no sudoeste, foi registrado na manhã desta terça-feira (13), por volta das 09 horas. O pedreiro Zaqueu da Trindade, 24 anos, foi morto a tiros e golpes de faca. O crime ocorreu na Rua Eurico Tartari, no Bairro Aeroporto. Ele trabalhava normalmente quando foi surpreendido por dois homens. Um deles, armado de revólver, atirou várias vezes.

Mesmo ferido, Zaqueu ainda conseguiu correr cerca de 500 metros e tentou abrigar-se em uma residência, mas foi perseguido e atingido a golpes de facão no rosto e na cabeça. Populares trabalhavam em uma construção chamaram o SAMU, mas o pedreiro não resistiu e morreu ainda durante o atendimento. O corpo foi necropsiado no IML de Pato Branco e liberado à família no final da tarde desta terça-feira.

Equipes das policiais Militar e Civil foram imediatamente acionadas, mas não conseguiram encontrar os suspeitos, que embrenharam-se em um matagal nas proximidades. A polícia já tem a identificação dos dois homens, mas prefere manter em sigilo para não comprometer a investigação.

Durante a tarde o delegado Nilmar Manfrin da Silva junto com equipes da 5ª SDP realizaram diligências com intuito de encontrar os suspeitos, mas não tiveram êxito. Conforme informações, o crime teria sido motivado por desavenças anteriores entre os suspeitos e a vítima.