O município de Palmas registrou aumento de 70% no número de homicídios dolosos em 2019, levando o município a superar a taxa nacional de assassinatos. Os números fazem parte do Relatório Estatístico Criminal da Secretaria da Segurança Pública do Paraná divulgado nesta semana.

No ano passado, foram registrados 17 homicídios dolosos no município. Em 2018, foram 10. A média de 2019 foi de mais de uma morte por mês. Apenas os meses de janeiro e fevereiro não tiveram casos. Em março foram quatro homicídios e em julho, três.

  • Compartilhe no Facebook

Com uma taxa de 33,3 homicídios para cada 100 mil habitantes, Palmas supera a média nacional do último ano, que foi de 19,8 mortes para 100 mil. Em números absolutos, o Brasil registrou 41.635 homicídios, queda de quase 20% em comparação a 2018, quando foram contabilizados 51.558 homicídios dolosos.

Latrocínios e lesões corporais

Além dos homicídios, o relatório da Secretaria de Segurança também apresenta o número de latrocínios – roubo seguido de morte – e lesões corporais com resultado morte.

Nesses casos, houve redução de registros em Palmas. No último ano foram dois latrocínios e nenhum caso de lesão corporal. Em 2018, a Secretaria contabilizou três casos de roubo seguido de morte e dois de lesões que resultaram em óbitos.