Subiu mais de 30% os casos de roubos em Palmas, sul do Paraná, em 2016 em comparação com o ano passado. Os furtos tiveram aumento de 12,8%, conforme os dados da 2ª Cia da Polícia Militar, compreendendo o período de janeiro a novembro em cada ano. Autoridades de segurança orientam moradores e comerciantes para cuidados necessários, principalmente no período de férias em que deixam suas residências por mais tempo.

Em 2016 já são 617 furtos e outros 122 roubos. Somente os veículos furtados/roubados foram 130, tendo sido recuperados 72. Os demais registros dos crimes contra o patrimônio referem-se aos praticados em residências, estabelecimentos comerciais ou prédios públicos.

O roubo (art.157 – CP) é caracterizado pelo ato de subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outro, mediante grave ameaça ou violência a pessoa (ou não), ou depois de havê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência. Já o Art 155 tipifica o crime de furto, que se caracteriza na subtração de coisa alheia móvel (produto) sem que haja a presença da pessoa(vítima).

Para ajudar na proteção do seu patrimônio, principalmente neste final de ano em que normalmente as famílias deixam as suas casas, o Conselho de Segurança Estadual – CONSEG preparou algumas cartilhas:
Segurança Residencial
Segurança Comercial
Segurança Rural
Segurança Feminina

MAIS DICAS
Nessa época do ano o volume de furtos a residências aumenta substancialmente, portanto vale ficar atento.
1) Não divulgue no bairro a notícia de sua merecida viagem. Mantenha em segredo essa informação. Procure pelo menos dois vizinhos de confiança e comunique a data de saída e retorno. Peça para que eles prestem atenção em barulhos estranhos e se algum veículo desconhecido estacionou enfrente sua garagem. Nesses casos a orientação é o acionamento da polícia militar, através do fone 190, para averiguação.

2) Iniba a entrega de jornais e revistas que sua família assina.
3) Tire das tomadas todos os eletrodomésticos.
4) Programe seu telefone fixo para o modo “siga-me”, assim qualquer ligação para sua residência será transferida automaticamente para o número telefônico que você indicar.
5) Adquira o equipamento eletrônico que mantém as luzes da frente de sua casa acesas à noite e apagadas durante o dia, é simples mas eficiente.
6) Compre corrente grossa e cadeado resistente. Amarre seu portão, mas procure deixar a corrente bem frouxa, para evitar o efeito alavanca provocado pelo famigerado pé de cabra.
7) Não confie que cachorro possa ter o condão de impedir ou evitar invasão criminosa. Apenas os cães treinados com essa finalidade podem auxiliar na defesa de seu patrimônio.
8) Instale alarme residencial. Sua função é identificar a intrusão de estranhos no interior de sua propriedade e disparar forte sirene. O sinal de sinistro poderá ser enviado para empresa especializada de segurança, que acionará a polícia.
9) Câmeras de segurança podem provocar efeito inibitório e desestimular a ação de bandidos. As imagens devem ser gravadas digitalmente. Se ligadas à internet poderão ser monitoradas à distância pelos familiares.
10) Não guarde jóias, dinheiro e documentos importantes em casa. Os cofres de bancos existem para essa finalidade.