Um dos principais documentos dos brasileiros está diferente e muito mais completo. Além da cara nova, é possível ter dados de outros 12 documentos. Entre eles, estão o PIS-Pasep, carteira de motorista, CPF, Cadastro Nacional de Saúde, carteira de trabalho, identidade profissional e até tipo sanguíneo. Mas é preciso levar os documentos originais para a inclusão dessas informações.

Essa é uma das novidades do novo RG, que já é emitido em oito estados – Goiás, Mato Grosso, Acre, Maranhão, Ceará, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul – e no Distrito Federal. O sistema deverá estar implantado em todo o país até março de 2020.

A carteira de identidade antiga continua valendo. O chefe da sessão regional de identificação de Francisco Beltrão, Leandro Luiz Muller, explica que a emissão da nova carteira é válida para casos específicos. Acompanhe: