Morreu na madrugada dessa quinta-feira, 05, na UTI do Hospital Santa Pelizzari em Palmas, sul do Paraná, a jovem Gisele Cristiane Barbosa da Silva 16 anos. Ela estava internada desta à tarde do último sábado com o quadro clinico grave.

Gisele foi agredida com seis golpes de facão na região da cabeça costas e ombro pelo seu ex-marido Fábio Bomer de Lima 21 anos que não aceitava a separação.

Na manhã da última terça-feira, 03, Fábio apresentou-se acompanhado de seu advogado na delegacia de Palmas e confessou as agressões.

Na segunda-feira, 02, a notícia era que Gisele já tinha sofrido morte cerebral. Em contato com uma tia por nome de Mariza a mesma relatava que cuidou da jovem desde pequena e tinha esperança que ela iria reagir.

Depois de constatado a morte o corpo da jovem foi encaminhado ao IML de Pato Branco e deve chegar a Palmas para o velório por volta das 14h.

 O CASO

Segundo familiares a jovem era espancada com freqüência e com medo de morrer devido a várias ameaças tinha fugido e estava a três dias fora de casa.

No sábado, 30, à tarde Gisele foi até a casa do o ex pegar um aparelho de televisão, roupas e alguns objetos pessoais, quando ela foi atingida por ele na cabeça.

Mesmo ferida gritou por socorro, uma prima que estava na residência ao lado ouviu os gritos, correu e encontrou o agressor em cima de Gisele desferindo golpes de facão na mesma. Ela foi socorrida pela equipe do SAMU 192 e encaminhada a casa hospitalar.