A policia militar realizava patrulhamento pela Av. Dom Pedro II quando visualizou um veículo em atitude suspeita,  sendo que ao avistar a equipe seguiu em direção ao loteamento Trento, os policiais deram voz de abordagem ao veículo saveiro cor vermelha, o qual após a vós de abordagem adentrou a um terreno particular.

Realizado abordagem identificado o condutor habilitado na categoria “AB”, consultado o veículo o qual possuía pendências de licenciamento e, constava no sistema como saveiro de cor verde o qual visualizado a cor vermelha e confirmada pelo condutor.

O mesmo foi cientificado que teria seu veículo apreendido, momento no qual o proprietário do terreno, passou a desacatar a equipe policial, dizendo que não fazem nada, que só prendem trabalhador e que o mesmo não teria medo de policia, que são um bando de jaguara, que não valem nada, se exaltando ainda mais, insistindo e ameaçando os policiais de morte, dizendo que conhece a família da soldado envolvida e que iria acertar um tiro de calibre 357 na cabeça do outro soldado, além de dizer que é melhor ir preso do que ir pro cemitério, o qual seria o fim do policial, insistindo ainda, que se encontrariam por ai nas “quebradas” e que ele iria se vingar.

Foi solicitado apoio à outra equipe policial dado voz de prisão ao autor , o qual afirmou que não iria, tendo que ser utilizado o uso da força moderada e a utilização das algemas para garantir a integridade física do mesmo e das equipes devido a sua agressividade.

Durante o deslocamento até à 2ª SDP, para onde o autor foi encaminhado, o mesmo insistiu nas ameaças, afirmando ainda que iria entrar em contato com seu irmão, que é  policial militar e com um superior hierárquico para que retirassem os mesmo do município de Rio Bonito do Iguaçu. Devido à agressividade do autor, o mesmo acabou forçando as algemas, causando pequenos hematomas em seus pulsos.

O veículo foi apreendido e removido ao pátio do DPM de Rio Bonito do Iguaçu e feitas as notificações pertinentes.