Uma mulher de 19 anos e o filho dela, um menino de apenas um ano e cinco meses, que estavam desaparecidos desde o dia 6 de julho, foram encontrados pela Polícia Civil em Reserva do Iguaçu, no Centro Sul do Estado. Ambos estavam vivendo em condições sub-humanas no meio de um matagal em um barraco de lona.

Vanessa dos Santos Pereira e o filho Davi Lucas dos Santos Barbosa foram encontrados nesta quinta-feira (9). Eles estavam acompanhados de um homem, identificado como Marcelo, que teria sido acusado de manter mãe e filho em cárcere privado. No entanto, Vanessa contou que estava no local por vontade própria, descaracterizando o cárcere. A polícia conseguiu chegar até eles com ajuda do padrasto de Vanessa e de um amigo da família. O barraco onde estavam vivendo fica em uma área de mata fechada, de difícil acesso.

A Polícia Civil constatou que Vanessa e o filho estavam dormindo numa cama feita de taquara, sem as mínimas condições de conforto, bem como a criança não estaria sendo alimentada adequadamente, ou seja, ao invés de leite a mãe lhe dava apenas chá. O homem que fazia companhia para mãe e filho confessou para a polícia que teria furtado algumas galinhas em uma propriedade nas proximidades para se alimentarem. Ele foi autuado por furto.

Vanessa foi encaminhada para o Conselho Tutelar, que determinou a guarda provisória do pequeno Davi à avó materna, por conta da negligência da mãe. O destino dele será decidido pelo Ministério Público da Comarca de Pinhão.

Fonte/fotos: Lourival Lima (Diário Reservense) e Polícia Civil