A tragédia na boate Kiss em  Santa Maria(RS) vem mobilizando vários organismos da sociedade brasileira no sentido de verificar as normas que possam garantir a segurança e a integridade das pessoas. O Ministério Público do Paraná e  Ministério do  Trabalho, juntamente com o Corpo de Bombeiros,   definiram na última semana,  uma série de  ações de fiscalização a fim de contribuir com o aumento da segurança do público que freqüenta esses locais, bem como exigir que a legislação que protege o consumidor, o trabalhador e o meio ambiente seja respeitada.

 

Com base na Recomendação Administrativa do MP/PR, o  Corpo de Bombeiros divulgou na manhã de hoje(04)  uma relação de estabelecimentos localizados em Palmas que estão em desacordo com o Sistema de Segurança Contra Incêndio e   Pânico. Conforme o Setor de Vistoria e Prevenção, praticamente  todos os estabelecimentos para  realização de eventos possuem alguma pendência que os impedem de estarem certificados pelo Corpo de Bombeiros.

 

Explicou  o responsável pelo Setor de Prevenção e Vistoria, Cabo Alan Kuriaki, que a maioria  precisa realizar o projeto de prevenção contra incêndios  e outros devem executar o projeto já  aprovado.

 

Não possuem o Certificado de Vistoria do Corpo de Bombeiros:

– Porungal Lounge Bar;

– Centro de Tradições Gaúchas;

– Skala Danceteria;

– Grêmio Estudantil Castro Alves – GECA;

– Clube Caça e Pesca;

– Clube dos Subtenentes e Sargentos – Círculo Militar de Palmas;

– Clube União Recreativo Palmense;

– Villa Country Bar;

– Clube da Terceira Idade;

– Danceteria Tirol;

– Associação Atlética Banco do Brasil – AABB;

– Ginásio Municipal Monsenhor Engilberto;

– Centro Cultural Dom Agostinho José Sartori;

– Salão Nobre do Centro Pastoral Dom Carlos – CPEA.