Bernardino Neres da Rosa, 22 anos, natural de Coronel Vivida, no Sudoeste do Paraná, foi morto pela Polícia Militar em Videira (SC). Ele teria trocado tiros com policiais enquanto tentava fugir de uma abordagem policial. O fato teve início quando a vítima, conhecido popularmente como “Bernardo”, atirou contra um desafeto seu que estava próximo de um supermercado.

A Polícia Militar foi chamada para atender a ocorrência e enviou uma equipe do Serviço Reservado (P2) para averiguar a situação. O suspeito percebeu a movimentação e atirou contra a viatura. Os policiais revidaram e teve iniciou uma intensa troca de tiros.

Conforme informações, o suspeito chegou a recarregar o revólver para atirar contra os PMs. Em busca de proteção, invadiu algumas propriedades. Em nenhum momento acatou a ordem da polícia para se entregar e continuou atirando, sendo baleado. O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar atendimento, porém ao chegar os socorristas constataram que o homem já estava morto.

O local foi isolado para perícia do IGP (Instituto Geral de Perícias) e da Polícia Civil, bem como levantamento de dados por parte do comando da Polícia Militar. Um revólver calibre 38, da vítima, e as Pistolas dos PMs foram apreendidas para perícia. A Polícia Civil instaurou inquérito policial para apurar o fato. O corpo do homem foi recolhido ao IML de Videira (SC).

Bernardino foi sepultado neste domingo (04) no cemitério da comunidade de Passo Bonito, em Coronel Vivida, onde moram seus familiares.
Fotos: O Espião