A dona de casa Elizangela dos Santos de Paula, 19 anos, foi brutalmente assassinada nesta sexta-feira (30/11), em Coronel Vivida. O crime ocorreu por volta das 21h15 na casa do casal, no Bairro Flor da Serra, às margens da BR 373.
O autor foi o marido Anderson Lechineski, 24 anos, que golpeou a vítima com 25 facadas e deixou a arma cravada em seu peito. Após matar a esposa, o marido saiu com uma moto Honda Twister e tentou o suicídio jogando a mesma contra um veículo estacionado no cruzamento das Ruas Claudino dos Santos e Generoso Marques, no centro da cidade.
Anderson foi socorrido, mas morreu ao dar entrada no hospital Policlínica, em Pato Branco. O crime foi descoberto pela sogra de Anderson, quando essa foi até a casa do casal buscar seus documentos e se deparou com o corpo da filha no sofá.
O casal tinha uma filha com oito meses, que foi deixada pelo pai na casa de um vizinho. O assassino deixou uma carta dizendo amar a filha e sua mãe, inclusive pedindo desculpas pelo ato. Alegou que vinha sendo traído, por isso matou a esposa.Os corpos foram encaminhados ao IML de Pato Branco.