A Polícia Militar do município de Coronel Vivida foi acionada para atender uma ocorrência de homicídio na madrugada deste sábado (06), em uma boate as margens da rodovia BR – 158, trecho entre Coronel Vivida a Pato Branco. No local os policiais encontraram o corpo de um homem caído no interior do estabelecimento, identificado pelos policiais como sendo, Gilmar Pedrozo, 37, e estava com uma perfuração provocada por disparo de arma de fogo. A Polícia Civil e IML foram acionados para as providencias cabíveis. Os motivos do crime estão sendo investigados.Este é o terceiro assassinato pelo terceiro fim de semana seguido em Coronel Vivida.  

No dia 23 de novembro, Patricia Pacifico da Silva,18, foi morta com um tiro na barriga por seu amásio. Dia 29, Vanessa Piva foi morta com um tiro na cabeça, desferido por seu namorado, Zeno Bortolotto, que mais tarde atirou contra a própria cabeça, vindo a  óbito  seis dias após em casa hospitalar.

Mais uma morte violenta, parece apenas mais uma manchete de jornal, um número para as estatísticas criminalísticas, mais é uma VIDA que se vai  de forma barata. Mas a vida é única e ninguém em consciência pode abrir mão dela, pois ao abrir mão da vida deixa de existir, se apaga. A vida é tudo que temos, sem ela não temos mais nada. Perde, enquanto existência, a condição de amar, de sentir, de trabalhar, de ser amigo, se afasta pra sempre de seus amigos, filhos, pais… Já pensaram o quanto é autoritário se colocar na posição de tirar a vida de alguém? No Brasil nem o Estado tem o direito de tirar a vida de qualquer cidadão mesmo que ele tenha cometido o maior crime. Mais muitos cidadão se acham no direito de matar. Muitas pessoas também demonstram não ter nenhuma consciência da importância de sua própria vida, colam sua vida em risco frequentando lugares que oferecem perigos. A VIDA É ÚNICA, É SUA, É PRESENTE DE DEUS, VALORIZE-A, NÃO A PERCA, SÓ A ENTREGUE A DEUS, NÃO SE EXPONHA A RISCO.