O Núcleo de Repressão ao Tráfico Ilícito de Drogas de Pato Branco, da Divisão Estadual de Narcóticos da Polícia Civil (DENARC), apresentou nessa segunda-feira (22) o balanço das prisões e apreensões feitas em 2014, referentes à sua atuação em todo estado do Paraná, mais especificamente no sudoeste.

Até o momento a Denarc de Pato Branco prendeu em flagrante 31 pessoas e apreendeu sete adolescentes. Também foram retirados de circulação aproximadamente, 164 quilos de maconha, 15 quilos de crack, um quilo de cocaína, 180 comprimidos de ecstasy, 54 micro pontos de LSD, 14 quilos de haxixe, 2.373 frascos de lança perfume, cinco armas de fogo e diversas munições, além de realizar a apreensão de 11 veículos que transportavam drogas. Um veículo furtado no estado do Rio Grande do Sul e usado para o transporte de drogas também foi recuperado e devolvido ao seu dono.

O delegado da Denarc Pato Branco, Leonardo Guimarães, considera a atuação satisfatória e atribui o balanço positivo a uma aliança formada entre os policiais e a comunidade. “O protagonista na luta contra o tráfico de drogas é o cidadão de bem que encontra na Denarc os meios para transformar o local em que vive em um ambiente mais seguro. Ao longo desse ano recebemos várias denúncias que foram investigadas e resultaram em apreensões de drogas e na prisão de traficantes, isso por que há comprometimento dos policias sob meu comando com os cidadãos que nos procuram”, declarou.

Ainda conforme Guimarães, existe a preocupação em reprimir o tráfico de drogas, mas, na mesma proporção, também se trabalha pela prevenção a fim de diminuir a entrada de jovens no crime. Nesse ano foram feitas mais de 50 palestras em várias cidades do sudoeste. Escolas e empresas foram visitadas para mostrar um panorama do tráfico em nossa região e sua estreita relação com crimes contra a vida e contra o patrimônio, além de demonstrar o dano causado pelas drogas na saúde dos usuários.

Em todas as palestras e no contato com a imprensa, o delegado coloca à disposição os telefones da Denarc de Pato Branco (46-3225-4495 e 46-3272-2400) para que a população denuncie o tráfico de drogas na sua localidade. Em todos os casos é garantido o anonimato da informação e a identidade do denunciante.