A Polícia Civil da Comarca de Palmas, sul do Paraná, está no aguardo da designação de um novo delegado. A delegacia está sem titular desde pedido de transferência pelo ocupante da função, José Barreto de Macedo Junior, que ficou aproximadamente 30 dias no cargo.

Conforme o delegado chefe da 5º Subdivisão Policial de Pato Branco, Getúlio de Moraes Vargas, a Divisão de Policiamento do Interior – DPI já foi acionada para que promova a designação de um delegado exclusivo para a Comarca. Explicou que até que isso não ocorra, responde administrativamente e o delegado de Clevelândia, Sérgio Cantarelli, de forma operacional pela Polícia Civil local.

Considerou que Palmas não pode ficar sem delegado, uma vez que, o volume de trabalho é intenso na Comarca(Palmas e Coronel Domingos Soares), com uma população de aproximadamente 55 mil habitantes. Por outro lado, anunciou que um novo investigador e uma nova escrivã tomaram posse e já estão desempenhando suas respectivas funções.

Delegado José Barreto de Macedo havia sido nomeado para a Comarca, em substituição a Juraci Lopes de Souza, em meados de abril e logo após tomar posse pediu sua transferência, o que foi acatada pelo Departamento de Polícia do Interior, determinando sua permanência na capital do estado.