O Comandante da Polícia Militar do Paraná, Coronel Maurício Tortato, acatou recomendação do Ministério Público do Paraná(MPPR) do final de Janeiro deste ano, visando garantir um permanente efetivo nas companhias, pelotões e destacamentos e a consequente  melhoria da Segurança Pública na área do 3º Batalhão da Polícia Militar, com sede em Pato Branco.

A Recomendação constante do  Inquérito Civil Público formulada pelos promotores das Comarcas de Clevelândia, Chopinzinho, Coronel Vivida, Palmas, Mangueirinha e São João, manifesta aos comandantes que não sejam procedidas transferências de militares sem o devido preenchimento da vaga; fim da interferência política nas alterações dos quadros funcionais nesta região e distribuição dos policiais com base em índices de violência e em locais em que há déficit de efetivo.

Coronel Maurício Tortato. Foto: PMPR
  • Compartilhe no Facebook

Coronel Maurício Tortato. Foto: PMPR

Em resposta, Coronel Tortato, informa que a Polícia Militar do Paraná, acatará a Recomendação encaminhada ao 5ª Regional de Polícia Militar, respeitados os componentes técnicos afetos à gestão do capital humano da corporação, que possui peculiaridades em face a estrutura organizacional, fundamentada na disciplina e hierarquia militares, dentre outros aspectos específicos de desenvolvimento da carreira. Igualmente manifestação já havia ocorrido pelo Comandante da 5ª Regional de Polícia Militar, Tenente Coronel Washington Lee Abe.

Os promotores defendem a necessidade de uma Segurança Pública eficiente, eficaz e com zelo tendo em vista  sua relevância para a coletividade, assim como o fato de ser custeada com recursos públicos. Apontam que o déficit policiais na área do 3º Batalhão é decorrente de transferências para outras regiões sem a realização de permuta ou preenchimento de vagas pelo Estado. Nos quinze municípios deveriam estar atuando 458 policiais, mas estão empregados apenas 336.

O Inquérito e Recomendações foram assinadas pelos promotores José de Oliveira Junior(Palmas/Clevelândia), Eduardo Garcia Branco(Palmas); Willian Rafael Scholz(Chopinzinho); Nelson Norberto de Azevedo(São João); Caio Marcelo Santana Di Rienzo( Coronel Vivida) e  João Luis Marques Filho(Mangueirinha).