Bombeiros, familiares e voluntários seguem com as buscas para encontrar Antônia Meneguel, de 89 anos, em Candói, no Centro Sul do Estado. A idosa desapareceu no final da tarde de segunda-feira (24), após sair da casa onde mora com a filha e o genro para pegar algumas laranjas.

  • Compartilhe no Facebook

Dona Antônia está desaparecida desde segunda-feira (24), a tarde. Foto: Arquivo familiar

Dona Antônia sofre de mal de Alzheimer, o que agrava ainda mais a situação, além da idade avançada. Desde o desaparecimento, familiares e funcionários da fazenda estão se revezando a sua procura, com apoio do Corpo de Bombeiros de Guarapuava. Mas, apesar do esforço, ela segue desparecida. As buscas tem sido concentradas em uma área de cerca de 3 mil hectares, na fazenda.

Vários mecanismos já foram utilizados pelas equipes que estão a procura da idosa. Além de drones, que fizeram uma varredura sobre a fazenda, Bombeiros também realizaram mergulhos em um açude e, a partir desta quarta-feira (26), passaram a contar com auxílio da cadela “Brida”, do Corpo de Bombeiros de Pato Branco. O animal tem experiência na busca por desaparecidos, pois esteve em Brumadinho auxiliando nas buscas aos corpos das vítimas quando do rompimento da barragem da Vale no início desse ano.

Apesar da não localização até o momento, a família segue confiante de que dona Antônia seja encontrada com vida.

Foto de capa: Reprodução RPC TV