Após 30h de trabalho, guarnições do Corpo de Bombeiros do Meio-Oeste de Santa Catarina conseguiram combater um incêndio em uma área de aproximadamente 50 hectares de  vegetação e reflorestamento, no localidade de Herciliópolis, interior do município de Água Doce. A ocorrência teve inicio por voltas das 12h de quarta-feira (13), encerrando-se somente às 17h de quinta-feira (14) com a extinção total das chamas.

Clima e vegetação seca, associada ao vento, dificultou o trabalho dos bombeiros, que atuaram na montagem de barreiras que impediram que o fogo se alastrasse para outras propriedades. Equipes de Água Doce, Joaçaba, Catanduvas, Concórdia, Caçador e Videira se revezaram no trabalho de combate.

O fogo teria começado após um agricultor ter realizado uma queimada de rotina. O incêndio chegou a ser controlado em duas ocasiões, mas as condições climáticas contribuíram para o fogo voltar com mais força.

Fotos: Michel Teixeira
  • Compartilhe no Facebook

Fotos: Michel Teixeira

O Corpo de Bombeiros registrou outras ocorrências de incêndios em vegetação na região. Em Água Doce mesmo, também na tarde de quinta-feira (14), um incêndio atingiu uma área próxima ao frigorífico Dri. No município de Catanduvas, as chamas que atingiram uma área de vegetação se alastraram até uma fábrica de plásticos, que teve parte de seu estoque consumido.

No Oeste catarinense, uma área de 90 hectares de lavoura foi consumido pelo fogo em Faxinal dos Guedes, exigindo mais de três horas de trabalho para a extinção das chamas.

No Sul do Paraná, bombeiros trabalham no combate a um incêndio na localidade de Santa Gema interior de Bituruna. O fogo começou na quinta-feira e ainda não foi controlado. O vento é fator que mais preocupa as autoridades. Uma residência quase foi atingida pelas chamas. Bombeiros e equipes da prefeitura estão no local, tentando controlar o fogo.