Alvo de reclamações por parte de quem precisa dos serviços, o IML de Guarapuava terá, em breve, mais dois médicos legistas para o atendimento. A informação é da Secretaria de Segurança Pública do Paraná, em resposta a um oficio encaminhado pela presidência da Câmara de Vereadores de Candói, recentemente.

No documento, o vereador Valter Oliveira da Luz (PTB), com apoio dos demais, havia solicitado a resolução do problema de falta de profissionais para realizar o atendimento. A solicitação ocorreu por conta da demora, de quase 24 horas, para liberar o corpo de um homem vítima de acidente automobilismo em Candói.

  • Compartilhe no Facebook

Vereador Valter Oliveira da Luz (PTB), presidente da Câmara, pediu providencias a cerca de um mês. Foto: Arquivo

Essa semana, o presidente da Câmara, Valter Oliveira da Luz, recebeu oficio 105/2019, encaminhado pelo Secretário de Segurança Pública do Estado, Luiz Felipe Kraemer Carbonell, informando que médicos aprovados em concurso estão sendo nomeados pelo governo para atuar na Polícia Cientifica, sendo que dois devem ser designados para atender no IML de Guarapuava. Dessa forma, a unidade contará com seis profissionais. Esse número, segundo o secretário, é suficiente para atender a demanda de Guarapuava e região, compreendendo Candói.

O quadro de profissionais do IML de Guarapuava atualmente é composto por três auxiliares de necropsia, quatro auxiliares de perícia (motorista) e dois no setor administrativo, um de carreira e um estagiário, além e um agente de serviços gerais, terceirizado.

O vereador Valter Oliveira da Luz (PTB) comemorou a conquista e disse que, apesar desse anúncio, vai continuar fiscalizando a instituição para que não haja nenhum tipo de descaso no atendimento de familiares de vítimas de crimes ou acidentes de trânsito.