Hilux, que teve danos de grande monta, foi recolhida à 19ª SDP. Foto: Evandro Artuzi/RBJ
  • Compartilhe no Facebook

Hilux, que teve danos de grande monta, foi recolhida à 19ª SDP. Foto: Evandro Artuzi/RBJ

Depois de uma perseguição que se estendeu por aproximadamente 15 quilômetros, a Polícia Militar de Francisco Beltrão conseguiu prender, na noite desta quarta-feira (06), dois rapazes acusados de envolvimento em um assalto a uma propriedade na comunidade de Linha Cordeiro, interior de Dois Vizinhos. Os dois homens estavam com uma camionete Hilux, roubada da propriedade, e foram interceptados pela polícia na PR-180, seguindo sentido Francisco Beltrão, porém não obedeceram a ordem de parada e fugiram em alta velocidade.

Ao chegar no perímetro urbano de Francisco Beltrão outras equipes policiais tentaram fazer a abordagem do veículo, mas também não tiveram êxito. O veículo seguiu pelas Avenidas Atílio Fontana, Silvio Barbieri e ao chegar na General Osório, no Bairro Guanabara, bateu em uma moto Honda Biz ocupada por duas pessoas, que ficaram gravemente feridas.

Mesmo com a camionete bastante danificada, a fuga continuou por outras ruas da cidade até a Portal do Bairro Alvorada, na Avenida Porto Alegre, onde a camionete foi abandonada pelos dois ocupantes que tentaram fugir a pé, mas acabaram sendo presos. Alan Junior Hunning e Everton Delina Quintiliano, ambos de 18 anos, confessaram ter cometido o assalto em companhia de mais dois homens, os quais não foram localizados pela polícia. Os acusados foram encaminhados à 19ª SDP (Subdivisão Policial) onde também foi feita a entrega da camionete Hilux, que ficou com bastante danificada. Alan e Everton foram autuados em flagrante por roubo agravado com emprego de armas, lesão corporal grave, desobediência, associação criminosa e devem ainda ser indiciados  por homicídio doloso (quando assume o risco de matar).

Ocupantes da moto foram hospitalizados, mas adolescente de 14 anos não resistiu. Foto: Evandro Artuzi/RBJ
  • Compartilhe no Facebook

Ocupantes da moto foram hospitalizados, mas adolescente de 14 anos não resistiu. Foto: Evandro Artuzi/RBJ

De acordo com o Aspirante Ivan, do 21º BPM, além da moto outros veículos foram danificados pela camionete durante a fuga. A moto atingida na Avenida Geral Osório era ocupada por Dirceu Assis Lunelli e seu filho, Gustavo Henrique Lunelli, 14 anos. Ambos ficaram gravemente feridos e foram encaminhados ao Hospital Regional, no entanto, o adolescente não resistiu e morreu na madrugada desta quinta-feira (07).

As vítimas do assalto, que preferiram não ser identificadas, estiveram na Delegacia de Polícia de Francisco Beltrão durante a madrugada e prestaram depoimento à Polícia Civil, relatando como os bandidos agiram na propriedade. Uma das vítimas também conversou com as equipes de reportagem da TV Sudoeste (Pato Branco) e Rádio Onda Sul FM (Francisco Beltrão).

O agricultor relatou que estava no aviário quando percebeu a chegada de quatro pessoas na propriedade. Ao verificar quem eram, constatou que três estavam armados e imediatamente foi rendido junto com seu pai. “Quando cheguei perto deles, já me agarraram e me bateram na cabeça com a coronha do revólver, daí foram até a porta da casa, quebraram os vidros e conseguiram entrar, rendendo meu pai que também foi agredido. Só não encontraram minha mãe por que ela pulou a janela e se escondeu, aí eles pegaram dinheiro e a camionete e fugiram com medo que ela tivesse avisado a polícia”, contou. O agricultor de 38 anos disse ainda que os bandidos foram bastante agressivos e a todo momento gritavam com ele e o pai, que permaneceram sob a mira de armas.

A Polícia Civil está investigando o crime e trabalha para identificar os outros dois envolvidos. Segundo informações, a camionete seria levada para a Argentina, a exemplo de outros veículos que são furtados e roubados na região Sudoeste do Paraná e oeste de Santa Catarina.

Ouça reportagem Onda Sul FM…

Fotos: Deivid Fragata e Evandro Artuzi/RBJ