Um incêndio ambiental as margens da PR-570, rodovia que dá acesso ao município de Sulina, sudoeste do Paraná, foi registrado na tarde deste domingo (10), pelo agricultor Roberto Zuconelli. Através das redes sociais o agricultor registrou com imagens e demonstrou sua indignação com o ato, que segundo ele foi criminoso.

Além de consumir com a vegetação que esta seca por conta da estiagem, o fogo danificou os palanques e cercas da sua propriedade, que fica na estrada que dá acesso à comunidade do Canarinho, interior de Sulina.

A fumaça também dificultava a visão dos motoristas que passavam pela rodovia. Roberto teve conhecimento do fato no final da tarde deste domingo, ainda por volta das 20 horas existia fogo no local.

Crime ambiental

Colocar fogo em lixo, terrenos baldios ou provocar queimadas em vegetação é crime ambiental e, além de prejudicar o meio ambiente, causa uma série de incômodos para os seres humanos, principalmente para idosos, crianças e pessoas com problemas respiratórios, por inalação da fumaça.

Conforme a Lei Federal Nº 9.605/98 sobre os crimes ambientais, qualquer pessoas que praticar atividade que cause poluição ao meio ambiente e danos à saúde humana, como queimadas em lixo, matas e terrenos baldios, estará cometendo crime ambiental. Se for pego em flagrante, o autor poderá ser conduzido à delegacia e multado.

Foto: Roberto Zuconelli e Edson Zuconelli Extra FM