Parte dos atendimentos se concentra no caso de alunos faltantes. O Conselho Tutelar de Chopinzinho registrou no mês de julho, 366 ocorrências. Os principais atendimentos são de alunos faltantes, caso que preocupa os conselheiros e diretores das escolas do município.

A presidente do Conselho Tutelar, Adriana Tibes Ferreira explica que as escolas irão repassar os dados de cada aluno faltante para o conselho para avaliar melhor a situação de cada aluno faltante, sendo que este nome ficara registrado em um sistema, ”Por isso que a gente orienta os pais que façam esses alunos voltarem às escolas porque agora será feito um registro e o nome dessa criança vai passar a fazer parte de um sistema”.