Dois municípios no sudoeste do Paraná recepcionaram na noite de quarta-feira (11) as médicas cubanas Norllis Torres Leliebre, que atuará em Sulina e a doutora Alibex Horta Méndez, a qual exercerá sua profissão em Coronel Vivida. As médicas foram destinadas a essas cidades através do programa Mais Médicos do Governo Federal.

 

Nos próximos dias as profissionais estarão regularizando parte da documentação e conhecendo a infraestrutura de saúde ofertada em cada município. Para o prefeito de Sulina, Almir Maciel Costa, a doutora vem a colaborar com as pequenas cidades, “vem para suprir uma deficiência dos municípios do interior do Paraná. O município se inscreveu no programa e foi contemplado. Ela esteve no posto de saúde pela manha de hoje (13), a tarde veio ao gabinete, conhecendo um pouco do sistema de saúde do município”.

 

 

Em Coronel Vivida, a Diretora do Departamento de Saúde, Liliane Fontanive foi buscar a médica em Curitiba. Clinico Geral com especialidade em pneumologia, Alibex Horta Méndez deverá iniciar os trabalhos dentro de 10 dias.

 

Além de Sulina e Coronel Vivida, médicos cubanos chegaram para trabalhar também em Mangueirinha e Saudade do Iguaçu. O Programa Mais Médicos foi criado em julho do ano passado e tem por objetivo levar médicos aos municípios que encontram dificuldades em contratar um profissional que permaneça na cidade. Os profissionais do programa recebem bolsa formação de R$ 10,4 mil por mês e ajuda de custo pagas pelo Governo Federal. Os municípios contemplados se responsabilizam pela moradia e alimentação.