O setor de Endemias da secretaria municipal de Saúde de Francisco Beltrão emitiu uma nota oficial sobre a interrupção da aplicação do fumacê. Conforme a nota, o Ministério da Saúde constatou resistência do mosquito Aedes Aegypti ao inseticida utilizado atualmente na aplicação do Fumacê e determinou a  substituição do mesmo. Porém, a medida está atrasando a reposição junto aos estados e municípios.

Explica ainda que a compra dos inseticidas é feita somente pelo Governo Federal, por meio da Organização Panamericana de Saúde. Com isso as prefeituras ficam impedidas de adquirir o produto, mesmo utilizando recursos próprios. Somente quando o Ministério da Saúde regularizar a distribuição será possível retomar a aplicação do fumacê.

A secretaria esclarece ainda que a medida mais eficaz de prevenção da dengue, zika e chikungunya é a eliminação dos criadouros do mosquito em locais que acumulam água parada. A participação da população é de fundamental importância, já que mais de 70% dos criadouros estão nas residências e comércios habitados.

Neste ano de 2019 foram confirmados 13 casos de dengue em Francisco Beltrão. São 6 autóctones (contraídos no próprio município) e 7 importados. No total foram notificados 316 casos suspeitos, mas 271 já foram descartados e 32 aguardam resultado de exame no Laboratório Central do Estado.

Nesta semana será realizado o levantamento para verificar o grau de infestação do mosquito aedes no município. Denúncias, reclamações e sugestões podem ser feitas através da Ouvidoria Municipal pelo telefone (46) 3524–0269.

 

Fonte: Assessoria.