A rede municipal de ensino de Palmas, sul do Paraná, atende atualmente 6027 alunos, divididos em mais de 340 turmas, número expressivo de crianças aglomeradas durante quatro horas de aula por períodos.

Preocupado com a situação o departamento de Educação em parceria com o departamento de saúde, farão a partir da próxima semana encontros em todas as escolas da rede municipal, com palestras, atividades e orientações.

Segundo o diretor do departamento de Educação, professor Cláudio Lombardi, o objetivo é conscientizar e alertar a comunidade sobre a gravidade da gripe H1N1 para que não haja registro de infectados na comunidade estudantil.

Para a coordenadora do setor de epidemiologia, Marilia Forest, inicialmente os professores passarão por um período de capacitação e posteriormente conforme cronograma estabelecido ocorrerá palestras para alunos e os pais.

Destacou Marilia que nos CMEIs além das palestras e capacitação os profissionais irão realizar a vacina contra a gripe já que as crianças se encontram na faixa etária prioritária do Ministério da Saúde (06 meses até 5 anos incompletos) .

Esse ano conforme anunciou o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto o início da campanha foi antecipado para o dia 25 de abril. Com a antecipação, os paranaenses terão mais cinco dias para serem imunizados contra os vírus da gripe.

A medida deve ser tomada também pelos outros Estados do Sul. Segundo o Ministério da Saúde, a campanha nacional deve começar apenas em 30 de abril.