Foi realizada em Palmas, sul do Paraná, a primeira sessão de hemodiálise da história médica do município. Entrou em funcionamento o equipamento para atender exclusivamente pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Santa Pelizzari. Até então, os que apresentavam disfunção renal ou alteração renal aguda eram removidos  para outros centros.A primeira sessão foi realizada em uma paciente de outro município e está em recuperação na UTI.

O médico coordenador da UTI, William Olderied e o nefrologista, Rafael Weissheimer, explicaram que o equipamento adqurido pelo Santa Pelizzari é um dos mais modernos à disposição da área médica e com variados recursos que garantem um melhor resultado no tratamento.

Orientaram, porém, que os pacientes crônicos que necessitam realizar a hemodiálise  duas ou três vezes por semana, deverão continuar indo para Pato Branco. “Esse equipamento é apenas para pacientes da UTI e que apresentam problemas renais graves durante a recuperação”, orientaram.