Foi realizada na última semana, a campanha de Conscientização sobre a Hanseníase no Paraná. A campanha teve por objetivo incentivar a população a prestar atenção no sintomas da Hanseníase, visto que a maioria dos casos registrados no estado, são diagnosticados em estágio avançado.

Em Palmas, foram registrados 5 casos no ano de 2012 e outros dois em 2013. Em todos é adotado o esquema  de tratamento multibacilar, que consiste no tratamento de 12 meses, com doses diárias de medicamento.

A Hanseníase, conhecida popularmente como Lepra, é uma doença infecto contagiosa, causada pelo Bacilo de Hansen,que ataca a pele e os nervos periféricos do corpo humano. Não é hereditária, tem cura sendo que o  tratamento é feito em ambulatório.

Os sintomas mais comuns da Hanseníase são manchas esbranquiçadas, violáceas, castanhas ou avermelhadas no corpo, com diminuição de sensibilidade ao calor, frio, dor e ao tato. A área fica como se estivesse anestesiada, dormente ou com formigamento, nódulos avermelhados e/ ou pele infiltrada (edemaciada).

O contágio se dá através da convivência da pessoa sadia com o doente sem tratamento através das vias respiratórias. O doente em tratamento correto não transmite mais a doença, já que os medicamentos bloqueiam a transmissão do bacilo causador da doença.

Uma das medidas de prevenção é a informação sobre os sinais e sintomas da doença. Quanto mais cedo for identificada, mais fácil e rápida ocorrerá a cura. Uma outra medida preventiva, é a realização do exame dermato-neurológico e aplicação da vacina BCG nas pessoas que convivem com os portadores desta doença.