O município de Passos Maia, Oeste de Santa Catarina, contabiliza 19 focos do mosquito Aedes aegypti desde o inicio do ano e deverá integrar a lista de municípios considerados infestados.

Conforme a Vigilância Epidemiológica do município, foram encontrados focos em praticamente todas as regiões da cidade. Embora ainda não apareça de forma oficial no boletim de municípios infestados, os focos são suficientes para que o município conste no próximo relatório divulgado pela Diretoria Estadual de Vigilância Epidemiológica (Dive).

A equipe da Vigilância municipal aguarda orientações da Dive para montar uma sala específica, contratar pessoas e aperfeiçoar a estratégia de combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e febre chikungunya.

O alerta que o setor de saúde faz é para que a população se conscientize e tome os devidos cuidados, a fim de evitar medidas drásticas do Poder Público, como a penalização para proprietários de imóveis onde existam criadouros do Aedes.

Desde 2010 vigora em Santa Catarina, uma Lei que impõe a proprietários ou locatários de imóveis residenciais e comerciais, públicos e privados, a adoção de medidas para evitar a existência de criadouros do Aedes aegypti. A punição financeira inclusive é prevista para os casos de permanência das infrações mesmo após as orientações da equipe. O valor da multa é de R$ 500,00.

*Colaboração OesteMais