A microrregião de Palmas – Clevelândia, Coronel Domingos Soares, Honório Serpa, Mangueirinha e Palmas – notificou 56 casos de dengue, 4 confirmações da doença e outras duas notificações para Zika Vírus e Febre Chikungunya. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Saúde do Paraná, através do Boletim Epidemiológico de agosto de 2015 até terça-feira (22).

Em uma semana, 5 novos casos de dengue foram notificados – 2 em Palmas, 2 em Mangueirinha e um em Clevelândia. As confirmações tratam-se de casos importados, detectados em Mangueirinha. As novidades foram duas notificações de Zika Vírus e outras duas de Chikungunya, ambas registradas em Palmas. Os casos estão sob investigação.

No âmbito da 7ª Regional de Saúde, cuja sede é Pato Branco, 73 casos foram notificados e outros 10 confirmados na última semana, totalizando agora 493 notificações e 48 confirmações desde agosto. Pela 8ª Regional de Saúde, com sede em Francisco Beltrão, foram confirmados mais 120 casos e mais 380 notificados. Já são 421 casos e 1.928 notificações desde agosto na região. O município de Capanema foi incluso na lista de cidades em epidemia de dengue.

Sobre o Zika Vírus, a Regional de Pato Branco são 24 notificações e um caso confirmado. Já a 8ª RS contabiliza 250 notificados e 18 confirmados. Para Chikungunya, são 3 casos confirmados e outros 73 que passaram por investigações, enquanto que na 7ª RS são registradas 15 notificações.

Desde agosto o Paraná registrou 15.946 casos de dengue, com 27 óbitos. De Zika, já são 190 casos e mais 40 de Chikungunya. O Governo do Estado anunciou nesta semana que irá financiar projetos de pesquisa relacionados à prevenção, diagnóstico, tratamento e controle da dengue, Zika e Chikungunya. Inicialmente, o programa contará com R$ 1 milhão em recursos do Estado destinados exclusivamente ao apoio e desenvolvimento de pesquisas. O anúncio foi feito pelos secretários estaduais da Saúde, Michele Caputo Neto, e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes. Juntos, eles assinaram um protocolo de intenções com o presidente da Fundação Araucária, Paulo Brofmann, responsável pela coordenação do programa de pesquisa. A previsão é que o edital de seleção dos projetos seja finalizado ainda neste mês de março.